Glória a Cristo Jesus, Glória Eterna

Nosso Rei, nossa firme esperança;

Soberano que os mundos governa

E as nações recebeu por herança.

 

Com o manto e o ceptro irrisório

Sois de espinhos cruéis coroado.

Rei de dor uma vez no Pretório

Rei de amor para sempre adorado.

 

 (Refrão)

Concedei-nos por graça divina

Que sejamos um povo de eleitos,

Firmes crentes na Vossa doutrina

Cumpridores dos Vossos preceitos.

 

Combatendo por Vossa bandeira

Que nos peitos trazemos erguida

Alcançamos a paz verdadeira

E a vitória nas lutas da vida.

 

Só a Vós com inteira obediência

Serviremos com firme vontade;

Porque em Vós há justiça e clemência

Porque em Vós resplandece a verdade.

 

A letra do Hino do Senhor Santo Cristo dos Milagres, que é entoado, todos os anos, nas suas festividades, é da autoria de João Vieira Jerónimo, então regente da Capela da Igreja da Fajã de Cima, na ilha de São Miguel, e foi datada de Abril de 1970.