alt

 Há poucos dias, o Povo deste País foi às urnas. Desempenhou os seus direitos cívicos. Tomou, afinal, a responsabilidade de participação no destino deste País, que também é nosso. E hoje, o Povo tem de esperar que as promessas sejam cumpridas. Tem de esperar que os politicos eleitos respeitem as promesas que fizeram... e que seja cumprido o compromisso que têm com o Povo. Assim, a luta por uma vida com mais qualidade continua. 

 A verdade é que também continua a nossa actividade Associativa! E é com grande satisfação, que saúdo e felicito a prestigiosa Casa dos Açores, nesta sua próxima Décima Oitava Semana Cultural!
 É que, falar da Casa dos Açores do Ontário – apesar de ser algo que muito me honra e orgulha - não é fácil, por serem tantas e importantes actividades que este baluarte, representante do nosso povo, integra. O tema desta Semana Cultural, que tem inicio no 1º. de Novembro, toca-nos profundamente a nossa alma – ao recordar As Nossas Origens!

 Por tudo isso, sinto que é um dever de cada filho açoriano, louvar o que é nosso, louvar esta prestigiosa Casa – e todo o trabalho voluntário que por ali se vai fazendo - reforçando alicerces, construindo pontes, numa importante tarefa de orientação e integração da juventude nas suas fileiras. Que, também, está representada, e muito bem, nos seus Corpos Directivos.
 E ainda, através do seu Grupo Folclórico “Pérolas do Atlântico”, que é o seu mais lindo cartão de visita.

 Das aulas de português, para preservação da nossa língua, hoje e no futuro. Nas suas Festas e diversas actividades - que servem para manter, com autenticidade, as nossas mais ricas tradições. Pela dignificação dos direitos da mulher, através das celebrações do Dia Internacional da Mulher, em cada ano que passa. Na sua grande Fé ao Divino Espírito Santo.

 E no seu esforço para unir vontades, para que em conjunto com outras destacadas colectividades, possa representar o nosso povo, de uma forma colectiva e solidária!

 Todo este magnífico trabalho é, sem dúvida, um enorme desafio – naturalmente dificil, mas aliciante - e é, também, um compromisso, plenamente assumido, com o nosso Povo e com a nossa Comunidade!

 A Casa dos Açores do Ontário, ao longo de trinta anos de existência, tem escrito uma digna história - forjada no valoroso trabalho voluntário e na coragem de se afirmar tal como é – na plena descoberta das Nossas Origens, e da nossa identidade!

 Parabéns!

  Conceição Baptista
 ABC Portuguese Canadian Newspaper