alt

Era uma vez uma borboleta  enorme, com asas muito coloridas em forma de coração.
Tinha um feitio atrevido, curioso e era muito veloz.
Certo dia, ouviu dizer que dentro da montanha da ilha do Pico, havia um Reino de Fantasia.

Decidiu investigar e encontrou uma de 3 passagens para lá entrar - foi a passagem aérea, acessível a partir do cume do Piquinho.
Ainda havia uma passagem terrestre a partir das Grutas das Torres e uma outra - aquática - situada no Porto da Madalena.

Quando entrou dentro da Montanha, de imediato transformou-se numa princesa e deixando de poder voar, caiu em cima de algas fofinhas.

Como era muito habilidosa (e vaidosa também) tricotou um vestido verde com as algas.
Encontrou um Rei e um Principe que se apaixonou por ela de imediato.

Mas, como era muito timido, não teve coragem de se declarar pessoalmente e entregou-lhe um bilhete onde perguntava se ela queria casar com ele.
A Princesa Borboleta disse que sim.

Casaram, fizeram uma festa e tiveram 5 filhos - um cagarro, um cachalote, um milhafre, uma vaca e um golfinho - que por sua vez cresceram, fizeram as suas famílias e continuam a viver nas ilhas dos Açores.